autoconhecimento

Sair da rotina, surpresa e novas experiências

Ainda bem que saí da rotina, venci a preguiça e segui meu desejo. Era feriado e o último dia de uma exposição no Paço Imperial, aqui no Rio de Janeiro.

Eu não sei como é aí na sua casa, mas aqui, fim de semana e feriado é dia de ir ao clube, na maioria das vezes. Programa de família com criança pequena. Por hábito, acabamos nos mesmos lugares, comidas e caminhos.

Bom, o fato é que o meu desejo foi mais forte desta vez e eu fui para a tal exposição, especificamente para ver “in loco”a obra de Jum Nakao. Para quem não sabe, ele trabalhou muitos anos na área de moda, fez o desfile da década e hoje é criador, no sentido mais amplo da palavra. Seria o Sebastião Salgado para os fotógrafos ou Michael Phelps para os nadadores.

turn-jum-eu

 

Eu já tinha visto no facebook o vídeo do processo de criação desta obra, feita em uma instituição de idosos, e chorado copiosamente.

E qual foi a minha surpresa, ao chegar no Paço? Ele, Jum, estava lá, falando sobre o seu projeto aos visitantes. Eu pude dizer a ele o quanto a obra dele me emocionou e fez lembrar de minha mãe que interage pouco com as pessoas e passa as tardes tecendo tapetes em telas furadas parecidas com as que ele usou no seu trabalho. Além desta emoção, foi também muito inspirador.

 

turn-jum-nakaoVai se tecendo a vida como uma gaiola. Ao costurar ficamos próximos. Nos entendemos. O vazio que existe dentro da vida é transformado. Jum Nakao

 

Eu tive a oportunidade de conhecer outros trabalhos, artistas e instituições assistenciais deste projeto maravilhoso chamado TURN, criado no Japão em 2015, e que através do encontro de diferentes pessoas, almeja criar novas formas de inclusão social.

 

Tati Polo, artista têxtil e arquiteta, aplicou seus conhecimentos com os assistidos do Kodomo No Sono, que atende deficientes mentais.

turn-tati-polo

 

Sachie Takiguchi, produtora, desenvolveu as atividades no Centro Cultural Monte Azul, na periferia de SP.

turn-sachieTodos passaram a acreditar que não podemos desistir de algo sem tentar. Sachie Takiguchi

 

Yasuaki Igarashi, artista , realizou sua vivencia no Pipa, programa de integração pró autista.

Após a temporada no Rio, a exposição seguiu para Tóquio. Que ela volte para o Brasil!

Para maiores informações, veja a página Turn In Brazil e o site Jojoscope.

 

 

Fotos: Turn In Brazil, Rafael Salvador e Jojoscope.

Post Anterior Post Posterior

Você poderá gostar de

Sem comentários

Deixe um comentário