estilo

5 erros que você comete na hora de comprar uma roupa

Sinto lhe informar mas o ato de comprar roupa não é uma tarefa fácil. Eu sei que:

  • seu armário é lotado mas mesmo assim você “não tem nada para vestir”.
  • ou seu armário é, como você mesma diz, “sem graça”. Só tem preto ou branco.
  • você tem preguiça: de experimentar e pensar em combinação de parte de cima e parte de baixo.
  • bate o tédio, resolve bater perna no shopping e volta com alguma sacola de compra.
  • você compra a roupa para a vida que gostaria de ter, e não para a vida que tem.

 

E aí… você se sente frustrada ou culpada sobre gastar dinheiro com roupa.

 

Por que o ato de comprar é emocional. Você compra porque:

  • adorou a cor! Está em todas as vitrines! Parece que o mundo diz: use esta cor!
  • usar a cor da estação também é uma forma de mostrar que você: gosta de moda, é informada, está por dentro das tendências. E que faz parte de um grupo. Todo mundo quer fazer parte de um grupo.
  • amou aquele vestido! Linda estampa e combinação de cores!
  • viu as produções nas revistas de moda ou nas celebridades.

 

Eu também já fiz isso. E se deixar a emoção tomar conta, até hoje eu faço. Mas resolvi transformar o ato de compra mais racional, e pude perceber os 5 erros que acontecem na hora de comprar uma roupa:

 

 

1. PRESSA

No meio do seu expediente, você resolve almoçar no shopping. No caminho, as lojas, vitrines… Você resolve entrar para provar algumas peças. Na pressa, já que você precisa voltar ao trabalho, acaba levando aquela blusinha que você adorou mas nem reparou direito como ficou a modelagem ou se a cor combinou com você.

 

 

2. PROVAR APENAS UMA COR

 

Você não precisa ter feito a análise de coloração pessoal – mas ajuda – para saber qual cor combina com você.

Pense nas cores que você mais tem no guarda-roupa. Na loja, experimente várias, fotografe, veja e analise qual caiu bem.

Acima, separei os tons de rosa e violeta para você ver e comparar. No geral, esta gama de cor combina com o meu tom de pele, mas se você reparar bem, tem duas tonalidades que ficaram melhores em mim, e que fazem parte da minha cartela – eu sou inverno escuro. Conseguiu descobrir qual cor menos favorável? A cor opaca.

 

Minha pele é subtom frio, ou seja, eu tenho que evitar as cores quentes. Você concorda?

 

 

E temos que conversar sobre a cor preta. Já falei sobre ela aqui. Eu vejo muitas pessoas usando esta cor. Para mim é um mito achar que a cor preta é fácil e básica. Tente fazer combinação, sem ser com o branco, pra ver. Deu até vontade de fazer um post sobre isso, para pesquisar bastante no Pinterest,  ver as possibilidades e abrir a minha mente.

A cor preta deixa um aspecto pesado no dia a dia. Ainda mais quando se aposta na camiseta básica de malha e sem nenhuma maquiagem no rosto.

Mas se você faz a linha dark, tudo bem, é uma questão de estilo e se este é o seu, tenho certeza que a produção é caprichada, assim como a sua maquiagem.

Na minha opinião, a cor preta funciona em peças de tecido plano. Se for em malha, que tenha um decote mais profundo, para não ficar muito próximo ao rosto.  Ou usar durante a noite, um vestido. O famoso little black dress.

 

Preste atenção nas fotos acima. Só não repare no meu sorriso forçado – pronto, já reparou 🙂 ! Você não acha que a cor marinho ficou melhor? E olha que a cor preta faz parte da minha cartela!

 

* camiseta básica C&A

 

 

3. EXPERIMENTAR APENAS UM TAMANHO

 

Muitas vezes você encasqueta que é tamanho X, e nem experimenta os outros tamanhos. Eu descobri por acaso e há pouco tempo que sou PP na parte de cima, principalmente quanto se trata de jaquetas, blazers e casacos. Era o tamanho que tinha e resolvi experimentar. Bingo! E eu achava que era tamanho P. Deste então, provo mais de um tamanho.

As marcas de roupa possuem a sua própria modelagem, ou seja, você pode ser tamanho P em uma, e, na outra, M.

Sei também que muitas vezes você compra uma roupa de outro tamanho porque – amou, se apaixonou, não pode viver sem e blá blá blá – e não tinha o seu. Não faça isso! A chance dela ficar encalhada no fundo do seu guarda-roupa é grande!

Veja como uma mesma peça apresenta um visual diferente, dependendo do tamanho que você usa. Com a jaqueta PP eu me senti sexy e poderosa, já me imaginando montada em uma Harley Davidson com os cabelos aos ventos – xi, politicamente incorreto – e o capacete? Com a jaqueta GG eu era a motoqueira com aquele conjunto que se usa por cima da roupa, para se proteger do vento e chuva.

Quando você sair para comprar roupa, uma dica minha é ir nas maiores lojas das marcas que você gosta, pois é lá que haverá mais opções de modelos, cores e tamanhos.

 

Abaixo, mais fotos para ver os detalhes:

* alerta para o comprimento. No PP, ficou perfeito!

 

 

 

*jaqueta da Lojas Renner

 

4. COMPRAR UMA MESMA PEÇA DE ROUPA EM CORES DIFERENTES

Confesso a minha grande preguiça de pensar em looks. E se você é assim como eu, já cometeu este erro. Comprou uma peça, viu que funcionou e… Compra outra em cor diferente.

Você quer otimizar tempo e já que está na loja, leva outras cores ou estampas para não ter que voltar novamente. Mas aí… corre o risco de montar produções similares, o seu uniforme do dia a dia.

Outro problema é que uma delas geralmente vai ser deixada de lado.

 

A regata listrada eu usei milhões de vezes. Já a outra… Posso contar nos dedos da mão

 

Eu precisava de blusa manga longa para enfrentar o frio mas a preguiça de pensar em outras possibilidades – de modelagem, tecido e produção de look – fez com que eu comprasse a mesma peça em cores diferentes

 

Eu prefiro gastar pouco tempo na hora de vestir. Por isso estou adorando a ideia de:

  • criar um armário funcional, com poucas peças, versáteis e coordenáveis.
  • fotografar os looks. Assim eu penso uma vez só na produção e deixo registrado, para uso futuro.
  • sair do piloto automático e avaliar cores, formas e quantidades. Na hora de comprar roupa? Mais razão, menos emoção!

 

 

5. COMPRAR NA MESMA COR, PEÇAS SIMILARES

Se você quer criar um armário funcional, eu recomendo definir uma cartela de 5 a 8 de suas melhores cores para fazer parte do seu armário.

Só não indico apostar em cores iguais para peças parecidas.

 

Abaixo, a regata de alça até tem uma proposta diferente da blusa sem manga, mas mesmo assim, na batalha entre as duas, uma sempre sai ganhando.

 

Procurando por outra opção de manga longa, sem gola alta, para que eu pudesse usar por baixo de camisetas e regatas, encontrei nas Lojas Renner – que está arrasando nos básicos – a de botões. A substituta virou a principal.

*caretas livremente inspiradas na capa do álbum “A Hard Day’s Night”dos Beatles

 

DICA BONUS

Erro número 6: Não prestar atenção na modelagem e na imagem que deseja passar para o mundo

Tô aqui, expondo o meu corpinho, para ajudar você a pensar mais na moda, para que a cada dia você fique mais feliz com seu armário. Hashtag #felizcomseuarmario.

 

Você prefere e fica bem com cintura alta, cintura no lugar ou cintura baixa?

Eu nem pensava muito sobre cintura alta ou baixa, afinal, encontrar roupa que não fosse da tendência era um desafio! E a tendência da cintura baixa veio há muito tempo atrás e ficou! A geração sem cintura agradece SQN! Hoje eu quero é cintura alta!

 

Você presta atenção no comprimento da peça? O comprimento influencia no bem estar do vestir?

A tendência destroyed – ou os jeans rasgados – passa para você um ar de modernidade ou desleixo? Ou nem pensou sobre isso, comprou porque era o que tinha na loja?

Cintura baixa, rasgado e curto? Eu já fui a garota justa, curta e decotada, mas agora, nos meus 43 anos, grande chance destas duas peças irem para a doação!

 

Você prefere jeans ou alfaiataria? Ou os dois?

 

Na batalha entre as duas peças, uma ganha disparada! Por que?

Eu não sei ao certo, mas deve ser porque:

  • são similares, ou seja, tem a mesma proposta.
  • apesar de ter a cintura no lugar ou alta, a de cor off white é mais curta, e eu me sinto mais confortável com a mais comprida.
  • para parte de baixo, tenho preferência pelas cores escuras.
  • achei a parte de baixo escura mais versátil na hora de compor looks.

 

Fiquei um tempo fora do ar, mas acredito que voltei em grande estilo, não? Post longo, com conteúdo para ajudar você no que refere a moda e estilo. Um beijo!

 

 

 

Post Anterior Post Posterior

Você poderá gostar de

4 Comentários

  • Reply Amanda Amdrade 20 de dezembro de 2018 at 22:05

    AMEI o post!! Muito bem elaborado. Metade disso eu ja levava em conta quando compro roupas

    • Reply Denise 1 de janeiro de 2019 at 21:38

      Oi Amanda! Uma honra ter você por aqui, obrigada pelo comentário, fico muito feliz! Um beijo!

  • Reply Livia 26 de setembro de 2019 at 23:33

    Adorando seus posts. Muitas dicas legais! Parabéns!

    • Reply Denise 10 de outubro de 2019 at 09:20

      Obrigada querida Livia! Grande beijo!

    Deixe um comentário